18º. CONGRESSO DO TURISMO PAULISTA

Veja a programação e se inscreva clicando aqui

Seja um Associado
Newsletter Amitur
Inscreva-se e receba os informativos da AMITur
Salão São Paulo de Turismo
 
conteudo-brasil 
Banco de Imagens do Estado de São Paulo
Compartilhe
AddThis Social Bookmark Button

Clique nas fotos para ampliá-las

NOTAS DO TURISMO PAULISTA publicadas entre 25 e 28 de outubro de 2018

AddThis Social Bookmark Button

GUAPIARA E A FESTA DO PÊSSEGO

Visite a Festa do Pêssego de Guapiara.Guapiara (SP), passagem obrigatória para quem vai ao Petar, é um dos novos 'Município de Interesse Turístico', e também um dos maiores produtores de pêssegos no Estado de São Paulo.
São cerca de trezentos pequenos agricultores que neste ano esperam colher dezenas de toneladas da fruta.
A época da florada, que é linda, dá o termômetro da colheita.
Assim, a partir de novembro a Festa do Pêssego é uma realidade em Guapiara. E um dos bons acontecimentos na ocasião é o "Colhe e Pague Pêssego" onde ao menos três propriedades permitem que você colha no pé aquela fruta saborosa, algo que muita gente gosta.
Informações no Posto de Informações Turísticas da Secretaria de Turismo daquela Prefeitura, à Rua Vitalino Pagliato, 1.250.

MAIS GUAPIARA

Em Guapiara, o prazer de comer um pêssego colhido no pé. O turista em Guapiara vai gostar da cidade sossegada e de um povo gentil e receptivo.
Contudo, vai apreciar muito a arte simples e sustentável que é uma referência na produção de artesanatos feitos de taboa e palha de milho.
Há trabalhos manuais com tecidos, em especial o 'patchwork' e o bordado, que apresentam uma identidade local.
O trabalho dos artesãos pode ser conferido no Centro Comercial de Produtos Artesanais Sustentáveis, a Loja de Artesanatos, que é gerenciada pela Cooperativa dos Artesãos de Guapiara.

ITAPORANGA, UM NOVO DESTINO

A Abadia de Itaporanga. Um novo destino turístico para você conhecer e se surpreender com os encantos de uma cidade acolhedora é Itaporanga, localizada no sudoeste paulista, e onde está a famosa represa de Xavantes.
Outro destaque da cidade é a enorme Abadia NS da Santa Cruz, a segunda maior igreja do Brasil, grandiosa e imponente, fundada por monges cistercienses vindos da Alemanha.
Um lugar propício para contemplação e para uma viagem até aos claustros europeus.

ALDEIA TEJOÁ PORÃ

Aldeia Indígena Takeó Porã, em Itaporanga.Em Itaporanga, os primeiros que ali chegaram foram os índios Tupi-guaranis. Aquela cultura hoje é conservada através da interessante aldeia indígena Tekoá Porã.
Na Aldeia você vai conhecer aquela cultura através das apresentações de cantos e danças. Também vai apreciar as belezas das trilhas, paredão de pedra, rios e toda a beleza natural que o lugar oferece.
Mas, não é só isso. Além do contato com a natureza, há o artesanato da Aldeia e uma rica gastronomia para você saborear. A Secretaria de Turismo da Prefeitura lhe dará as demais informações.

UCHOA TURÍSTICA

Conheça as delícias do ‘Café Colônia’, em Uchoa.O turismo na cidade de Uchoa se iniciou em 2011 com a criação do seu Comtur (Conselho Municipal de Turismo).
Desde então, a cidade desenvolveu potencial turístico com a criação do Café da Colônia, do Museu do Carnaval, da reforma do Pesqueiro Alta-Floresta, da elevação do Armazém do Caparroz a ponto turístico e a criação do Museu de Paleontologia Pedro Candolo.
Há também o Turismo Pedagógico de alta qualidade, mergulhando numa fazenda centenária e provando as delícias feitas no fogão à lenha do 'Café Colônia', um excelente programa.
Se quiser quem te conduza pelos arredores, contate a 'Planeta Azul Turismo' (17) 9-9722-9802.

(Texto de Jarbas Favoretto, MTb 32.511 – outubro/2018)

Desenvolvido por:
Site desenvolvido por A3 Internet, clique para ver nosso portfolioGuia comercial Circuito BR 116, ferramenta de desenvolvimento da região