AddThis Social Bookmark Button

VISITE BRODOWSKI


Museu_Casa_de_Portinari_em_Brodowski__Foto_Rubens_ChiriNuma casa que foi a residência de Cândido Portinari, a qual é a maior atração da cidade de Brodowski, você tem uma rara oportunidade de constatar as pinceladas daquele pintor pelas diversas paredes da casa e até da 'Capela da Nonna' que ele mandou construir.
Além de ser pinturas atraentes, cada uma tem particular história que é contada com muito carinho para os visitantes por uma equipe competente e bem dirigida. Nelas Portinari externava o seu amor à arte.
Um dos afrescos e têmpera que lá estão retrata a 'Fuga para o Egito', pintura que foi objeto de um filme que pode ser exibido aos visitantes, e no qual os técnicos explicam como é que foi feito. Também estão expostos cavaletes, tintas e pincéis por ele usados, inclusive o inigualável 'Azul de Portinari' cujo contato com a pele o levou à morte.

UMA ALEGRE VISITA

Na igreja existente numa praça em frente ao Museu Casa de Portinari, tem uma tela espetacular do artista, retratando Santo Antônio, (o santo casamenteiro). Para qualquer parte da igreja que você vá, parece que a imagem se vira para te acompanhar, tal a perfeição da obra. Outra característica é a sensação da imagem estar saindo da tela.
Registre-se que próximo de Brodowski, na cidade de Batatais, está o maior acervo de obras sacras de Portinari. Visite tudo isso. A entidade mantenedora é a Associação Cultural de Amigos do Museu Casa de Portinari juntamente com a Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo.

UNICIDADES

guas_de_Lindia__do_Circuito_das_guas_Paulistas_e_do_Unicidades._Foto_Miguel_ShincariolEsta é uma Agência de Desenvolvimento Regional que, entre outros segmentos, está tendo atenção também com o Turismo e com o Meio Ambiente. Formada por 14 cidades paulistas e 1 mineira a 'Unicidades' está bem estruturada buscando melhorar a economia da região através de projetos discutidos em suas Câmaras Técnicas.
A Câmara Técnica de Turismo está entregue à competente Josefa Gonçalves S. Leôncio, enquanto a de Meio Ambiente está a cargo de Jonpeter Germano Glaeser.
Atibaia é o 'marco zero' da citada Agência que absorve as principais cidades ao longo da Rodovia Fernão Dias e da D. Pedro I. Uma região, portanto, cheia de historia, cultura, bela natureza, mata nativa, e bacias hídricas. Para o turista temos a registrar, ainda, bons hotéis, restaurantes convidativos e inúmeras atividades recreativas.

NOVO MAPA REGIONAL

A nossa Secretaria Estadual, através da Coordenadoria de Turismo, lançou o novo mapa da regionalização do turismo paulista contendo uma nova divisão com 34 regiões. Ao mesmo tempo foram oficializadas as Instâncias de Governança Regionais do Turismo no Estado de São Paulo, algo muito melhor do que a anterior divisão de apenas oito macrorregiões, que teve lá as suas razões à época da sua implantação.
Embora o segredo do sucesso ainda permaneça com as 60 divisões dos Núcleos de Turismo que o Conselho Estadual recomendou na década de 90, o fato é que um programa não prejudica o outro e, agora, foi dado um grande passo para melhorar a divulgação dos nossos atrativos turísticos de forma regional.
Mas, como deixou bem claro a Ana Clévia Guerreiro Lima, Coordenadora do Ministério do Turismo (a "maior baixinha' que conhecemos): "- As Instâncias de Governanças requerem cidades com os Comturs funcionando corretamente, com a participação das prefeituras, das lideranças locais e do terceiro setor".
Caso contrário, dizemos nós, elas serão apenas Estâncias de Governanças.

E OS MUNICIPAIS

Como vem sendo recomendado por professores, técnicos e autoridades do setor, é de suma importância a instalação e real funcionamento dos Conselhos Municipais de Turismo. Dizemos "real" porque andam fazendo Comturs apenas no papel e isso não tem valor algum. É um desserviço das autoridades locais.
Outra coisa ruim é alguns prefeitos e seus "assessores" tomarem para si um Comtur, como se ele tivesse sido criado para ser uma propriedade da prefeitura.
O Comtur deve ser uma fábrica independente de idéias geradoras de fluxo turístico, comandado preponderantemente pela iniciativa privada, pois se as autoridades têm o dever do fomento, na verdade o turismo de uma cidade só progride à custa da iniciativa privada.
As cidades cujos prefeitos(as) deram ouvido aos nossos conselhos progrediram de forma reconhecida, até além fronteiras. Para citar apenas três bons exemplos: Brotas, Atibaia e Socorro. Outras já se iniciaram no caminho certo e logo serão recompensadas.

PRÓXIMAS AÇÕES

Elaine Papoy está se preparando para os Encontros Regionais que a Coordenadoria de Turismo do Estado promoverá a partir de Setembro, iniciando por Batatais (dia 20), Ribeirão Preto (dia 21) e São Carlos (dia 22). E, estamos aguardando o sinal verde do Secretário de Estado, José Benedito Pereira Fernandes, para iniciarmos as reuniões técnicas com os Conselhos Municipais de Turismo.

(texto de Jarbas Favoretto, MTb 32.511 –06/09/2010)