AddThis Social Bookmark Button

Peixe  de  Águas  Pretas 


Tradução aceita para Paraibuna, nome de um rio e de uma simpática cidade fundada por Bandeirantes em 1666, conhecida por quem passa pela Rodovia dos Tamoios km 32. Nesse ponto o Rio Paraibuna e o rio Paraitinga se juntam para formar o Rio Paraíba. 
Velhos casarões foram restaurados para dar um atrativo a mais para os seus visitantes. Alguns desses casarões foram transformados em pousadas. Outros em restaurantes como, por exemplo, o "Restaurante da Comadre" cujos pratos ficam à disposição em cima daqueles antigos e enormes fogões à lenha. Há o "Pastel do Manézinho" cuja receita é segredo de família há mais de 100 anos. 

Aproveite  Paraibuna 

No caminho para o litoral, usando a Rodovia dos Tamoios, você deve programar uma parada na cidade de Paraibuna para almoçar ou jantar. É uma oportunidade para você esticar as pernas e passear pelo calçadão central da cidade. Você vai se sentir como se estivesse dentro de um autêntico cartão postal.
Em determinadas épocas a cidade oferece belas festas folclóricas, mas em qualquer época do ano você pode apreciar ou comprar o artesanato local, curtir outro trecho da Mata Atlântica e tendo sempre os rios a servirem de moldura.  

--------------------------------------------------------------------------------
  

A  Cidade  XPTÓ 


Você deve conhecer essa cidade. Talvez você até conheça mais de uma XPTÓ. Ela um dia foi aquinhoada com o título de Estância. Não importa que tipo de Estância. Mas, recebeu o título. E com o título recebeu (e continua recebendo) dinheiro destinado ao Fomento e Melhoria da Estância. O programa um dia se chamou Fumest e hoje se chama Dade.
A diferença da XPTÓ com outras cidades é que os próprios munícipes percebem que ainda tem “um caminhão” de coisas a serem feitas. É o caso de se perguntar se o dinheiro recebido para o turismo teria sido gasto em outros setores.
Bem, nós não precisamos perguntar, pois na(s) cidade(s) XPTÓ está evidente que a finalidade não foi observada, para não dizermos que ela foi desviada.

A  Sofrida  XPTÓ 

Então, hoje estamos vendo que os munícipes da dita cuja, em reuniões aqui e ali, elaboraram uma relação do que precisa ser feito para os turistas, já que a cidade vive deles (dos turistas!). 
Se você vê a tal relação (que temos cópia em mãos) ficará boquiaberto, uma vez que a relaçãoe, estendida, é tão grande que nem cabe na própria cidade.
É um problema que se tornou enorme porque foi gerado por várias administrações. Todas elas, de uma cidade turística que não recebeu os cuidados que o turismo requer. Algumas XPTÓ nem Comtur ainda fizeram. Outras fingiram que os têm. Todas elas, enfim, deixaram de fazer a lição de casa e a sua própria população agora sofre e reclama.
Não é hora de caça às bruxas, até porque o Estado também errou ao não fiscalizar e/ou orientar como deveria fazê-lo. O momento é de passarmos a borracha (ou a régua) e recomeçarmos direito. Porém, deixando bem claro que, agora, a população aprendeu distinguir alhos de bugalhos e não vai mais aceitar desvios de finalidade.  

--------------------------------------------------------------------------------

Porto  Ferreira 


Uma balsa que em 1860 fazia a travessia de pessoas e cargas de um lado para outro do Rio Mogi Guaçu, e pertencente ao balseiro João Inácio Ferreira, é que originou o nome da cidade de Porto Ferreira. O desenvolvimento foi alavancado em 1880 com a instalação de uma estação da estrada de ferro da excelente Cia. Paulista de Estrada de Ferro.
Atualmente, é uma cidade sempre procurada pelos turistas, atraídos pelo alto potencial das suas indústrias cerâmicas. Ali você encontra todas as opções possíveis. Desde as peças mais simples até as mais sofisticadas e de altíssima qualidade. Foi instalado um Laboratório de alta tecnologia com ajuda do Governo do Estado, que já conta com a parceria do Centro Ceramista, do IPT, do Sindicato Ceramista, etc. 
Mas Porto Ferreira apresenta, também, atrativos turísticos como é o caso do Museu Histórico e Pedagógico e que se propôs a realizar uma nova exposição a cada mês. Há uma campanha de incentivo ao turismo local trabalhada pelo Setor de Turismo da prefeitura, bem amparada por seu competente prefeito. A cidade de Porto Ferreira deverá estar se exibindo no próximo Salão São Paulo de Turismo, em Junho próximo. 

--------------------------------------------------------------------------------
  

Fique  Craque 


Está sendo preparado um caprichado Congresso do Turismo Paulista destinado aos que dirigem algum segmento em suas cidades. Será, também, dedicado aos que trabalham, estudam e aos que querem satisfazer curiosidades para melhorar as suas próprias atividades.
Pelo décimo ano consecutivo uma bateria de vinte painéis, nos dias 17, 18 e 19 de junho, vai deixar todo mundo bem “afiado” no assunto. Estaremos relatando nestas páginas os palestrantes, os cursos e os seminários que serão apresentados, porém, desde já seria bom você ir reservando aquelas datas para não se comprometer com outras coisas. É ano de Copa do Mundo. Aproveite e fique craque!
 
(texto de Jarbas Favoretto, MTb 32.511 – 30/03/2010) 
 
É proibida reprodução total ou parcial do conteúdo destas matérias em qualquer veículo de comunicação sem a prévia e devida autorização de seu autor sob pena de aplicação da legislação que protege os direitos autorais do Código Penal Brasileiro e da Lei de Imprensa".