AddThis Social Bookmark Button

TERMAS DE IBIRÁ

Balneário de Ibirá. Foto Alf Ribeiro.A cidade teve origem em terras doadas por D. Pedro II.
Primeiro recebeu o nome de "Freguesia das Cachoeiras' e, depois, 'Freguesia de Ibirá".
O lugar surgiu onde hoje estão as Termas de Ibirá.
Descobriu-se que a ação curativa de suas águas já era conhecida pelos índios que habitavam a região.
Mas, foi em 1927 que construíram o primeiro balneário local, e logo perceberam que a demanda era maior do que a prevista, então construíram um segundo prédio em 1947.
Em 1975, com o público sempre crescente, precisou ser construído o terceiro e atual Balneário de Ibirá, com cinco fontes de água mineral.

Na foto de Alf Ribeiro : Balneário de Ibirá.

IBIRÁ, A ESTÂNCIA

Nova Termas de Ibirá.  Foto Pierre Duarte.O título de Estância Turística Hidromineral a cidade de Ibirá recebeu em 1946, e as características especais de suas águas lhe foi conferida devido a presença de Vanádio em sua composição química.
Na nova Termas de Ibirá qualquer pessoa pode tomar banhos de imersão, massagens, drenagens e fisioterapia, em ambiente com loja de presentes e lanchonete.
Hoje fechado, consulte sobre a reabertura (17) 3551-1313.
A cidade ainda oferece um Bosque Estadual, calçadão, artesanato, cerâmica, haras e cachoeira.
Em suma, é uma cidade calma e pitoresca, sem gente apressada, sem buzina e sem serviço de alto falante.

Na foto de Pierre Duarte : Nova Termas de Ibirá.

VERBA PARA MUNICÍPIOS

Turismo paulista com verbas.Mais R$5 milhões de reais foram liberados no último dia 16 para obras de infraestrutura turística em Estâncias e em municípios de interesse turístico, por parte da Secretaria de Turismo do Estado que, assim, já acumula R$66 milhões de reais no corrente ano.
Além de todos os esforços que o Governo paulista está se dedicando ao combate ante a presente pandemia, ele não deixa de cumprir a sua parte no setor de turismo, ajudando as prefeituras a manter a execução de obras importantes para a melhoria da qualidade do produto turístico.
Dentre as cidades agora atendidas destacamos: Águas da Prata, Holambra, Serra Negra, Morungaba, Pedreira, Batatais, São Simão, Tambaú, Presidente Epitácio, Santo Expedito, Jaú, Nuporanga, São Roque, Peruíbe e Ubatuba.

Na foto : Turismo paulista com verbas.

Jardim público de São Manuel.  Foto Rubens Chiri.SÃO MANUEL

A cidade, já povoada vinte anos antes, foi fundada em 1870 e chegou a ser chamada de "Município de São Manoel do Paraizo", e pertencia a uma 'freguesia de Botucatu'.
Estava na rota das caravanas pioneiras que, em suas pausas para descanso, ali edificavam palhoças e organizavam as primeiras culturas.
O fundador (Manuel Gomes de Faria) ao doar 29 alqueiras de suas terras, exigiu que se construísse uma capela em homenagem a São Manuel. Daí o nome da cidade.
Na década de 90, ela passou a integrar o 'Núcleo de Turismo Hidrovia Tietê', enquanto atualmente detém o título oficial de 'Município de Interesse Turístico'.

Na foto de Rubens Chiri : Jardim Público de São Manuel.

ATRATIVOS TURÍSTICOS

Tapete de Corpus Christis, em São Manuel.A cidade de São Manuel orgulha-se dos seus espaços culturais, segmento que tem vocação expressiva, quais sejam: Teatro Municipal, Museu Histórico e Pedagógico, Biblioteca Municipal, Instituto Municipal de Ensino Superior e o Centro Cultural.
Também registramos a Estação Ferroviária, a Fazenda Rodrigues Alves, o Sítio Arqueológico e a sua gastronomia típica com a empada e a cerveja, entre os seus atrativos.
No Turismo de Eventos, destaque para a Festa de Corpus Christis, em que há a participação especial de turistas na confecção dos tapetes da procissão, devendo-se mencionar, também, a vocação complementar para o Turismo Rural.
Visite São Manuel após essa pandemia.

Na foto : Tapete de Corpus Christis, em São Manuel

(Texto de Jarbas Favoretto, MTb 32.511, junho/ 2020)