Inscrições do Congresso
Congresso do Turismo Paulista
Seja um Associado
Newsletter Amitur
Inscreva-se e receba os informativos da AMITur
Banco de Imagens do Estado de São Paulo
Compartilhe
AddThis Social Bookmark Button

Clique nas fotos para ampliá-las

NOTAS DO TURISMO PAULISTA publicadas de 30 de abril a 02 de maio de 2021.

AddThis Social Bookmark Button

HISTÓRIA DE XIRIRICA

Xiririca, em tupi-guarani, era o barulho da água nas corredeiras. Em 1630, exploradores portugueses estavam à procura de veios de outro na região do Rio Ribeira.
Por isso, volta e meia, surgia uma nova povoação ou 'arraial de mineração', então considerados núcleos urbanos instáveis e irregulares.
Por volta de 1750, ergue-se o povoado de Xiririca, cujo nome em tupi-guarani refere-se ao som que a água dos ribeirões produz quando atravessa uma corredeira.
Depois, em 13 de janeiro de 1763, o povoado passou à categoria de 'Freguesia', o que já era um bom reconhecimento para o local.

Na foto: Xiririca, em tupi-guarani, era o barulho da água nas corredeiras.

A VILA DE XIRIRICA

Rua principal de Xiririca em 1929.  Foto Roehne. O Barão de Monte Alegre, então presidente da Província, assinou lei elevando Xiririca à categoria de 'Vila" (equivalente, hoje, a município), e em 1845 foi instalada a sua primeira Câmara Municipal.
Quando comemorou o seu centenário, em 1942, Xiririca tinha cerca de trinta mil habitantes e, seis anos depois, seu nome foi alterado para Eldorado.
A mudança para o nome de Eldorado foi inspirada pela corrida do ouro havida na região, assim como nas cidades vizinhas de Sete Barras (sete barras de ouro foram descobertas ali) e Registro (era lá que o ouro era registrado).

Na foto: Rua principal de Xiririca em 1929. Foto Roehne.

MUNICÍPIO DE ELDORADO

Caverna do Diabo, em Eldorado, SP.  Foto Prefeitura.A 249 km da capital, no Vale do Ribeira, localiza-se a cidade de Eldorado, que deixou de ter o nome de Xiririca em 1948.
Depois que o pesquisador Ricardo Krone descobriu, em 1896, a 'Gruta da Tapagem' a qual, posteriormente, ficou conhecida com a Caverna do Diabo, descobriu-se que a região era rica em belezas naturais, rios, cachoeiras, além de inúmeras cavernas.

Na foto: Caverna do Diabo, em Eldorado, SP. Foto Prefeitura.

ESTÂNCIA TURÍSTICA

Posto de Informações Turísticas, na entrada de Eldorado.  Foto Ken Chu.Hoje, Eldorado é um dos 70 municípios considerados como Estâncias Turísticas pelo governo do Estado e, como tal, recebe uma verba do Estado para ser aplicada na estrutura e serviços do turismo local.
A cidade possui um clima quente e úmido, às vezes chuvoso, tendo 30% do seu território ocupado por unidades de conservação, como o Parque Estadual Intervales e o Parque Estadual do Jacupiranga, ambos destinados à conservação da Mata Atlântica.
Conheça Eldorado e a Caverna do Diabo na primeira oportunidade.

Na foto: Posto de Informações Turísticas, na entrada de Eldorado. Foto Ken Chu.

PARQUE INTERVALES

Parque Estadual Intervales (SP).Esse Parque é tão grande que ocupa cinco municípios. São eles: Eldorado, Iporanga, Sete Barras, Guapiara e Ribeirão Grande.
A sede do parque fica na cidade de Ribeirão Grande.
Na parte mais alta tem 1.100 metros, sendo que sua extensão conta com 45 cavernas calcárias formando um rico patrimônio espeleológico.
Imensas riquezas de espécies animais e vegetais são abrigadas nesse bem conservado trecho de Mata Atlântica.
O Parque foi criado em 1995, e já no ano de 1999 foi reconhecido pela Unesco como 'Sítio do Patrimônio Mundial Natural'.
A Fundação Florestal, vinculada à Secretaria do Meio Ambiente, administra essa e outras 46 unidades de conservação. Parabéns!

Na foto: Parque Estadual Intervales (SP).

GUIA, TURBINE SUA CARREIRA

Para Guias de Turismo. Estão abertas as inscrições para curso técnico em Guias de Turismo, com duração de um ano, na modalidade EaD, voltado para a formação de Guias de turismo Regional e Guias da América do Sul.
O curso é ministrado pela Faculdade HOTEC, com parceria da AMITur.
Haverá 60% de desconto para a AMITur, membros dos Conselhos Municipais de Turismo e para as Prefeituras afiliadas à AMITur.
Com início em agosto/21, os cursos terão, também, aulas presencias.
Informações com a HOTEC, (11) 3246-2888 ou redes sociais.

Na foto: Para Guias de Turismo.

(texto de Jarbas Favoretto, MTb 32.511 –abril/2021)

Desenvolvido por:
Guia comercial Circuito BR 116, ferramenta de desenvolvimento da região