18º. CONGRESSO DO TURISMO PAULISTA

Veja a programação e se inscreva clicando aqui

Seja um Associado
Newsletter Amitur
Inscreva-se e receba os informativos da AMITur
Salão São Paulo de Turismo
 
conteudo-brasil 
Banco de Imagens do Estado de São Paulo
Compartilhe
AddThis Social Bookmark Button

Clique nas fotos para ampliá-las

NOTAS DO TURISMO PAULISTA publicadas entre 18 e 21 de outubro de 2018

AddThis Social Bookmark Button

VISITE BANANAL

Antiga e famosa estação ferroviária de Bananal, SP.Contemplada com muitas opções turísticas, históricas e ambientais, a cidade de Bananal, alavanca o mercado de trabalho local com as alternativas turísticas em seus 616 km2 de área verde.
Bananal foi a primeira cidade da rota do ouro e, depois, a primeira do café. Teve origem numa sesmaria no ano de 1783.
Dias de abundância estão retratados no seu patrimônio histórico. Chegou a ser a cidade mais rica de todo o Vale do Paraíba.
A sua Estação Ferroviária é a única da América Latina toda feita de aço e inteirinha importada da Bélgica em 1889. Ela ainda está lá e, hoje, abriga a Biblioteca e o Arquivo Municipal.
Bananal é uma de nossas "Cidades Históricas Paulistas". Visite!

EXCURSÕES RODOVIÁRIAS

Desfrute as ótimas excursões rodoviárias. Com a primavera iniciada, é uma época propícia para embarcarmos numa das muitas excursões rodoviárias organizadas por Agências de Viagens.
E, agora, temos a destacar as excursões que têm por destino as cidades do interior do Estado de São Paulo.
Claro está que qualquer pessoa pode pegar o seu carro e ir curtir qualquer dos nossos muitos bons destinos.
Mas, viajar sem se preocupar com o tráfego nas estradas, ou com os radares, ou mesmo com o cansaço, e ainda poder beber umas 'loirinhas' a mais sem se preocupar com o guarda rodoviário...
É o que há!

CATANDUVA E A CULTURA

A graciosa estação ferroviária de Catanduva. Foto de Antônio Marin Jr. A simpática cidade de Catanduva destaca-se turisticamente pelas telas de Benedito Calixto pintadas em 1920 na Igreja de São Domingos de Gusmão. Apóstolos e evangelistas foram retratados com a qualidade de um mestre e, por isso, são obras bastante admiradas.
A cidade de 113 mil habitantes tem o seu "Museu da Cachaça" no sítio Santo Mário, com mais de 3.200 rótulos diferentes. Está aberto à visitação pública. No mesmo local, cédulas, moedas e peças seculares. Registre-se, ainda, a boa programação cultural de Catanduva!

AGORA, O ESPELHO D'ÁGUA

Espelho d’Água, um circuito turístico para você conhecer.O editor do Jornal de Rubinéia, Carlos Fernandes, é o maior entusiasta do trabalho que vem sendo feito com os municípios que congregam o Circuito Turístico denominado "Circuito Espelho D'Água"
Esse tipo de serviço vem sendo feito em conjunto pelos cinco municípios assim envolvidos, que são Rubinéia, Três Fronteiras, Santa Clara D'Oeste, Santa Rita D'Oeste e Santa Fé do Sul.
O material dos cinco municípios é distribuído por todos eles.
Diz Carlos Fernandes que "- Apresentando aos visitantes as várias opções de lazer das cinco cidades é uma forma de bem atraí-los, tanto quanto induzi-los a permanecer por mais tempo em nossa região".

CONTRATEM TURISMÓLOGOS

Turismólogo, um profissional de respeito. Muitos empresários e muitas prefeituras têm procurado incrementar a renda da sua cidade e da sua população com ações oriundas do turismo.
Hoje, aliás, isso já é uma real necessidade e é vital para muitos municípios. É preciso, no entanto, que eles procurem contratar serviços de jovens formados em Turismo.
Essa moçada estuda com afinco por anos para executar o seu trabalho com o conhecimento do que precisa ser feito e como melhor fazê-lo.
Excelentes Faculdades e bons Cursos Técnicos que temos no Estado de São Paulo têm despejado no mercado moças e rapazes de boa competência.
Prefeituras e Empresários precisam dar mais atenção ao assunto contratando essa gente. Renderá mais para os seus cofres.

(Texto de Jarbas Favoretto, MTb 32.511 – outubro/2018)

Desenvolvido por:
Site desenvolvido por A3 Internet, clique para ver nosso portfolioGuia comercial Circuito BR 116, ferramenta de desenvolvimento da região