Seja um Associado
Newsletter Amitur
Inscreva-se e receba os informativos da AMITur
Salão São Paulo de Turismo
 
conteudo-brasil 
Banco de Imagens do Estado de São Paulo
Compartilhe
AddThis Social Bookmark Button

Clique nas fotos para ampliá-las

NOTAS DO TURISMO PAULISTA publicadas entre 31 de agosto e 04 de setembro de 2017

AddThis Social Bookmark Button

A BOA VISTA DE SÃO JOÃO

Na Serra da Paulista. foto Ken Chu.Para se distinguir de outras cidades com nome semelhante, foram buscar na evidência do que está certo para todos. A cidade tinha de se chamar: São João da Boa Vista. Foi, também, uma forma de respeitar o panorama que se descortina da Serra da Mantiqueira.
A cidade está numa localização privilegiada, oferecendo ao visitante vistas panorâmicas do que também chamam a Serra da Paulista, com ar puro e natureza preservada. Realce para a sua topografia, o seu clima ameno, a as muitas nascentes nas suas matas nativas.

CULTURA É DESTAQUE

Theatro Municipal, São João da Boa Vista. foto Ken Chu.A história dessa cidade, fundada em 1824, tem a moldura de edificações de rara beleza. Todos os aspectos culturais de São João da Boa Vista estão sempre em evidência com uma forte programação de sua Prefeitura e da 'Amite', uma associação de "Amigos do Theatro Municipal", o qual é bonito e muito bem restaurado.
A citada Entidade promove espetáculos todas as semanas. E de bom nível. Certamente, agradará a você se lá estiver um dia.

NATUREZA VIVA

Pico do Gavião em dia de festa.Aproveitando as condições favoráveis do município de São João da Boa Vista, o Turismo de Aventura e o Ecoturismo são convidativos.
Isso, desde as simples caminhadas diurnas ou noturnas até os voos livres partindo do 'Pico do Gavião'
A educação ambiental e suas trilhas ecológicas são bem organizadas com conforto e segurança, incluindo restaurantes rurais e visita a sítios e fazendas históricas. Tudo muito bem cuidado pela Prata Expedições que atende grupos e Agências de Viagens (19) 3642-1079. Experimente!

PROCURANDO ESPAÇO

Para as cidades que ainda não são grandes o suficiente ou que não tenham recursos de apelos turísticos como seria o desejável, elas costumam dar aos seus Conselhos Municipais um trabalho maior para a criação de atrativos. Nesse capitulo há de se considerar os Eventos.
O passo inicial é a cidade possuir um bom espaço para Exposições, Feiras e Congressos.
Deixando de lado a necessidade de existir, também, hotéis e demais confortos, a preocupação é uma só: Onde ter esses espaços?

BUSCANDO LOCAIS PARA EVENTOS

Em velha fábrica restaurada, toda a prefeitura de Limeira.Em algumas cidades resolveu-se o local para eventos com o aproveitamento de uma velha fábrica ou de um velho e grande armazém. Uma vez o local conseguido é preciso caprichar na readaptação e decoração para o fim a que se destina. Quanto mais bonito e cheio de "babadinhos", melhor será.
Tendo em vista procurarmos o desenvolvimento das cidades, não esquecer que, assim pensando, há a conveniência de serem prestigiados os Decoradores, Arquitetos e Construtores da própria cidade. Não havendo na cidade, busque-os na própria região.
Por outro lado, se houver muitos deles na cidade, que seja estudada a realização de um concurso entre eles, mas com todos participando. Sempre que mexemos com concursos, concorrências, licitações, etc, nós estamos praticando um pouco mais de conscientização.

PROCURE QUEM SABE

Armando Arruda de Campos Mello, presidente executivo da Ubrafe. Foto Andrés Fotografia.Quando alguém ficar encarregado de orientar a construção de um salão para Convenções ou Conferências precisa (e deve) consultar profissionais da área, tipo Abeoc, a associação de eventos e organizadores de congressos (11) 2935-9866 ou, ainda, no caso de pavilhões de Feiras e Exposições, deve procurar a Ubrafe ou o Sindiprom, Sindicato dos Promotores de Feiras (11) 3120-7099.

EVITE PROBLEMAS

Hoje em dia, queira ou não, o construtor de um Centro de Convenções ou de um Salão para realização de Congressos precisa ouvir os profissionais que irão usar as instalações (e não os palpiteiros que irão apenas assistir). É preciso deixar pronta a tubulação necessária aos equipamentos. E saber onde as tomadas deverão estar.
Os ductos para os fios de força separados dos fios de sons, para um não interferir na qualidade do outro, e quantas serão as "saídas", etc.
Uma sala de controle em lugar estratégico, uma boa coxia. Enfim, já que irá ser feito, por que não fazer de maneira correta e exemplar?

(Texto de Jarbas Favoretto, MTb 32.511 – agosto/2017)

Desenvolvido por:
Site desenvolvido por A3 Internet, clique para ver nosso portfolioGuia comercial Circuito BR 116, ferramenta de desenvolvimento da região