Seja um Associado
Newsletter Amitur
Inscreva-se e receba os informativos da AMITur
Salão São Paulo de Turismo
 
conteudo-brasil 
Banco de Imagens do Estado de São Paulo
Compartilhe
AddThis Social Bookmark Button

Clique nas fotos para ampliá-las

Notas do Turismo Paulista de 24 a 27 de dezembro de 2009

AddThis Social Bookmark Button
BONDE TURÍSTICO
“-Não basta andar de bonde. É preciso ouvir todas as explicações que os Guias de Turismo vão desfiando pelo caminho”. Assim nos diz a jornalista de Santos, Amélia Fernandez, que arremata: “-Não basta só ouvir esses Guias. É melhor descer para verificar de perto algumas das atrações do trajeto, ao longo do qual encontramos cerca de 40 pontos de interesse turístico, histórico e cultural, aqui em Santos”.
Estas recomendações são para os passageiros da ‘Linha Turística’ do já famoso ‘Bonde de Santos’ que tem ponto inicial na Praça Mauá e terá dois pontos de parada: o Palácio Saturnino de Brito e o Outeiro de Santa Catarina, marco da fundação de Santos. Tudo isso por apenas R$5,00.   
Ah! E não tem graça alguma você estar ali na Praça Mauá e não saborear os pastéis mágicos do ‘Bar do Carioca’. São os melhores do Brasil, seja acompanhado por um ‘pingado’, ou seja por uma ‘geladinha’. 

Bonde Turístico Escoces, de Santos. Foto de Marcelo Martins.
Bonde Turístico Escoces, de Santos. Foto de Marcelo Martins. 

Gentileza da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Santos.
 
PARQUE ESTORIL
Situado às margens da Represa Billings, no bairro Rio Grande em São Bernardo Campo, está o Parque Municipal Estoril onde a gente pode curtir diversão ou tranquilidade em metade da sua área total de 373 mil m². 
Inaugurado em 1955, o Parque Estoril, que é acessado pelo km 29,5 da Estrada Velha do Mar, está numa área de preservação ambiental que oferece turismo ecológico, zoológico e até uma prainha, que é um tradicional espaço para o turismo náutico na Represa Billings
Agora, temos um projeto de requalificação, revitalização e a criação de novas estruturas turísticas, melhoria da acessibilidade, comunicação visual e infraestrutura. Tudo isso vai acontecer com dez milhões de reais que aquela prefeitura está recebendo do Ministério do Turismo. 

GUIAS DE TURISMO
Cá estamos nós a bater em velha tecla. Os Guias de Turismo precisam se cadastrar oficialmente. É fácil. Basta acessar o Site do Ministério do Turismo e preencher os seus dados. Cada indivíduo que faz isso acrescenta um ponto na escala de importância da sua própria categoria profissional e na sua própria importância.
Além do mais, é bom lembrar que se inscrever no Ministério é uma obrigação, enquanto se filiar no seu Sindicato já é um dever. Como é que um Guia de Turismo quer ter força no trade turístico se ele não dá força para o seu Sindicato?
Há outra vantagem: A voz do sindicalizado só chega aos escalões dos governos através da sua entidade. Voz isolada não é ouvida. 

TURISMO AO PÉ DA SERRA
Com os esforços do Comtur local e a ajuda do Sebrae-SP e, ainda, aproveitando o fato de estar ao pé da Serra da Mantiqueira, a cidade de Tremembé se organiza para bem receber os visitantes.
São destaques: a majestosa Basílica com imagens sacras do século XVII, o Atelier Arte com Papel, a Cerâmica Arte Vale, vários ranchos, sítios e fazendas para o turismo. Além disso, grandes áreas preservadas na encosta da serra permitem o ecoturismo e o turismo de aventura. Outros passeios podem ser tratados com Solange (12) 3672-2417. 

BARBAS DE MOLHO!
Com toda a certeza, a partir de Janeiro um grupo de Deputados Estaduais iniciará estudos para rever toda a legislação existente sobre o título de “Estância”, algo às vezes mal comentado, outras vezes mal decidido. Ao menos, a intenção é muito boa e terá o nosso apôio.
As centenas de pedidos indiscriminados, e até descabidos, que chegam à Assembléia acabam prejudicando as cidades que realmente merecem o título, mas que por tal causa acabam marginalizadas. 
Como é que uma cidade se atreve a pedir o titulo de Estância Turística se nem sequer tem funcionando o seu Conselho Municipal de Turismo? Como é que uma atual Estância pode continuar receber verbas do Turismo sem ter funcionando o dito Conselho?
Por tudo isso, está na hora de “botar ordem na casa”. Vamos ver se a comissão parlamentar começa pelo chamado ‘Projeto Caramez’ e se os especialistas em turismo venham a ser ouvidos. Estamos fartos de tanto amadorismo e de tanta política mal executada. 

TURISMO DE AVENTURA
A cidade de Brotas, que se tornou a Capital do Turismo de Aventura, realmente oferece uma infinidade de atividades aquáticas, terrestres, verticais ou aéreas. São 17 as Agências locais especializadas e várias dezenas de meios de hospedagem, além de cinco campings.
Somam quatorze os seus atrativos e sítios turísticos e uma dezena de lojas de artesanatos. Por tudo isso, e por uma atenciosa Secretaria de Turismo da Prefeitura, você tem muito para curtir em Brotas e precisará de vários dias para isso. Informações: (14) 3653-5282. 

SALÃO SÃO PAULO DE TURISMO
Cuide de se mostrar. Se mostrar para quem interessa à sua cidade e, também, se mostrar onde melhor a sua cidade ficará exposta. 
Embora aberto ao público em geral, o Salão São Paulo de Turismo tem uma lista de convidados ilustres entre os profissionais do turismo, os agentes operadores, os empreendedores e os jornalistas especializados. Faça a reserva do seu espaço hoje mesmo!

(texto de Jarbas Favoretto, MTb 32.511 – 21/12/2009)

É Proibida reprodução total ou parcial do conteúdo destas matérias, em qualquer veículo de comunicação sem a prévia e devida autorização de seu autor, sob pena de aplicação da legislação que protege os direitos autorais , do Código Penal Brasileiro e da Lei de Imprensa".

Desenvolvido por:
Site desenvolvido por A3 Internet, clique para ver nosso portfolioGuia comercial Circuito BR 116, ferramenta de desenvolvimento da região