18º. CONGRESSO DO TURISMO PAULISTA

Veja a programação e se inscreva clicando aqui

Seja um Associado
Newsletter Amitur
Inscreva-se e receba os informativos da AMITur
Salão São Paulo de Turismo
 
conteudo-brasil 
Banco de Imagens do Estado de São Paulo
Compartilhe
AddThis Social Bookmark Button

18º Congresso do Turismo Paulista
Dias 19, 20 e 21 de junho de 2018

PROGRAMAÇÃO DOS CURSOS E PALESTRAS = INSCRIÇÕES GRÁTIS

CENTRO DE EVENTOS SÃO LUÍS = RUA LUÍS COELHO, 323 = SÃO PAULO / SP = REGIÃO DA AVENIDA PAULISTA

(Próximo da Estação Consolação da Linha Verde do Metrô e da Estação Paulista da Linha Amarela do Metrô)
Nas Dependências do SALÃO SÃO PAULO DE TURISMO




Clique nas fotos para ampliá-las

Notas do Turismo Paulista de 19 a 22 de novembro de 2009

AddThis Social Bookmark Button
GERADORAS DE DESASTRES
Com incentivos do governo Federal (veja só!) e com lucros para quem depois saberemos, um pool de empresas sediadas em Goiás pretende implantar (na calada da noite) mini-usinas geradoras hidrelétricas no Leste Paulista e Sul de Minas Gerais.
Além dos impactos indesejáveis no meio-ambiente, a perda que ameaça o nosso Turismo é incalculável. Vai prejudicar a oxigenação da água, a piracema, a flora no entorno e, ainda, acabar com empregos e rendas gerados por empreendimentos turísticos.
Para gerar uma “merréca” de 0,16% de energia, esses engraçadinhos irão destruir cerca de 2.000 (duas mil) das nossas cachoeiras, sem nenhuma licença ambiental. Sem nenhuma audiência pública. E sem permissão das comunidades locais. (Teve licitação?)
E você? Vai ficar aí sem nada fazer? Que tal ajudar o Movimento “Cachoeiras Vivas”? (http://cachoeirasvivas.blogspot.com/).      
VAGAS  DISPONÍVEIS
Dos 4 mil postos de serviços previstos para esta temporada nos navios de cruzeiros, aproximadamente 1.000 vagas ainda estão “dando sopa” para os cargos de ajudantes, ajudantes de cozinha, cozinheiros, garçons, auxiliares de garçom, bartender, barman e camareiras.
Os interessados deverão ser maiores de 18 anos, com inglês fluente. O trabalho é para 6 a 10 meses, salários variando de 1 a 4 mil reais, sem contar as gorjetas. Informações na “Abremar” (11) 3337-5000. 

CAUTELA E CALDO DE GALINHA
Raras vezes temos tido conhecimento de Contur’s se arvorando em Poder Executivo e querendo fazer o que é da alçada do Prefeito da cidade. Todos os membros conhecem os seus limites e os respeita.
Em contrapartida, é com alguma freqüência que vemos encarregados de Turismo das Prefeituras (secretários, diretores ou assessores) se arvorando em “donos” dos Contur’s. 
Alguns até fazem uma chapa branca para a eleição do seu presidente, ameaçando “queimar” quem vier a se opor. São imbecis ocupando cargo publico e que atuam contra os interesses da sua própria população. São pessoas daninhas em nosso meio. 
Em nosso meio profissional nós requeremos pessoas de bom senso e, sobretudo, inteligentes. Um Conselho Municipal não é um poder executivo, mas também não é um capacho. Mesmo com cautela, o mínimo que esperamos é uma posição corajosa dos Conselheiros lutando unidos contra pressões descabidas. Estaremos alerta!   

PÉROLA DO ATLÂNTICO                             
É assim que a cidade de Guarujá se autodenomina. Na verdade, a Ilha de Guarujá tem sido sempre aquela que tem a mais badalada praia do litoral paulista, concorridíssima em qualquer época do ano. Sofisticados hotéis e restaurantes dão a sustentação desejada.
Fundada em 1540 para que os portugueses pudessem defender a entrada do estuário, era chamada Ilha de Santo Amaro. Ali os espanhóis construíram em 1854 o forte da Barra Grande. Mais do que levantar fortificações, eles estavam formando a cultura de um povo, protegendo para si as riquezas naturais do lugar.
Para fazer um tour pela cidade, procure uma das cinco Agências de Viagens locais e exija um Guia de Turismo credenciado. Você também pode recorrer à eficiente Secretaria de Turismo local.

SALESÓPOLIS  É  TURISMO
Oficialmente uma Estância Turística, a cidade de Salesópolis, onde nasce o rio Tietê, oferece inúmeras opções de passeios aos visitantes por entre seus cenários deslumbrantes encravados entre 142 km2 da Serra do Mar. 
As suas cachoeiras são paraísos de um Ecossistema, destacando-se a Porteira Preta, a Tobogan, a Zébim e a Pedra Branca, alcançadas através de várias trilhas.
É muito instrutivo o seu Museu de Energia na antiga Usina de Força onde você pode apreciar as unidades geradoras, uma delas com um corte longitudinal para que se possa ver como ela é por dentro. No centro da cidade há muitas construções centenárias bem conservadas. Na primeira quinta feira de cada mês há uma tradicional e variada feira de artesanato. A sua Igreja Matriz é bem decorada e existe um sistema exemplar de atendimento na cidade.

AS  NASCENTES

Contudo, a grande atração é mesmo a nascente do nosso famoso rio. Ela está localizada onde em 1996 denominou-se: “Parque Nascentes do Tietê”, com seus 3.000 litros de água por hora. 
Límpido e cristalino, logo no seu início o rio recebe dois represamentos, o da Usina Parque, construída no início do século passado, e o de Ponte Nova, onde o rio é barrado para ajudar a conter as enchentes na região metropolitana. 
Ainda dentro do município de Salesópolis o rio Tietê recebe as águas do Rio Paraitinga e do Rio Claro com nascentes no mesmo município. 
Existe um organizado e perfeito sistema de atendimento para os visitantes que, assim, conhecem todos os segredos do lugar. 
Uma boa Prefeitura e sua eficiente Secretaria de Turismo, ao lado de competentes Guias de Turismo esperam você em Salesópolis: (011) 4696-1363 ou 4696-3211. 

(texto de Jarbas Favoretto, MTb 32.511 – 17/11/2009)


É Proibida reprodução total ou parcial do conteúdo destas matérias, em qualquer veículo de comunicação sem a prévia e devida autorização de seu autor, sob pena de aplicação da legislação que protege os direitos autorais , do Código Penal Brasileiro e da Lei de Imprensa".

Desenvolvido por:
Site desenvolvido por A3 Internet, clique para ver nosso portfolioGuia comercial Circuito BR 116, ferramenta de desenvolvimento da região